Ofertas

Pesquisar este blog

Visualizações de página

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Desabafo Zé Ruela Studius contra a Política Brasileira.

LEITOR JOSÉ ROBERTO COSTA
DE SÃO PAULO18/12/2012 - 11h42 - Postado pela folha de São Paulo

Políticos devem ser julgados como cidadão comum, desabafa leitor.

Os candidatos aos cargos políticos têm por dever trabalhar a propósito dos cidadãos. Portanto, os candidatos que cometerem algum tipo de delito como fraude, desvio de verba ou envolvimento em escândalo deverão responder a justiça como um cidadão comum: sem direito a cela especial, fiança, sendo considerados estes crimes inafiançáveis.
Além disso, não poderão se candidatar a quaisquer cargos políticos parentes de candidatos já eleitos, pessoas formadoras de opiniões como jogadores de futebol, jornalistas, apresentadores, cantores, religiosos entre outros. Deve ser expressamente proibido cargos de confiança para parentes, sendo considerada formação de quadrilha.
Os candidatos eleitos deverão fazer por obrigação o que foi proposto nas vésperas das eleições. Todos os gastos utilizados para campanhas deverão ser comunicados a Receita Federal para conhecimento de sua fonte.
Os investimentos nos mais diversos setores como Saúde, Educação, Esporte, Cultura e Lazer deverão passar por uma análise de averiguação, e em caso de irregularidades, sofrerão as penas cabíveis. Esses valores deverão ficar disponíveis para conhecimento do cidadão.
Os atuais políticos assim como os novatos terão seus bens analisados, com o intuito de evitar enriquecimento precoce. As análises dos bens deverão ocorrer de forma minuciosa, calculando o tempo em que o candidato leva para adquiri-los. Os salários para os diversos cargos deverão ser analisados pelo cidadão, não somente votado pelos próprios interessados como atualmente.
O salário mínimo do cidadão deixa de se chamar mínimo para somente salário. Os atuais programas como o Minha Casa, Minha Vida, o Mãe Paulistana, o Leve Leite, o Bolsa Família entre outros deverão passar por análise minuciosa, com intuito de identificar pessoas que se beneficiam indevidamente destas rendas.
A aposentadoria do cidadão passa a ser de dois salários nos casos por idade. Todos os casos de aposentadoria por invalidez também terão suas análises efetuadas com intuito de evitar fraudes.
Não será permitido boca de urna, pois o candidato que autorizar a execução será excluído definitivamente das eleições além de pagar multa para limpeza da cidade. O cidadão deverá denunciar a boca de urna para que a ações sejam tomadas, mesmo que sejam efetuadas as vistorias nos locais de votação.
Política é assunto sério, e este deve ser tratado como tal. Vender voto também é crime. Todos por um país mais justo.